ATENÇÃO TÉCNICOS: COMEÇOU A IMPLANTAÇÃO DO PDV COPEL

Antecipando as mudanças de gestão da Copel, o Sintec-PR teve a preocupação de garantir direitos inalienáveis aos técnicos copelianos desde a negociação do último ACT, em abril deste ano.

O primeiro ponto de atenção foram as regras de qualificação para o PDV- Programa de Demissão Voluntária, que considera um ranqueamento de idade + tempo de empresa, priorizando os funcionários mais antigos.

A proposta de ganhos também foi amplamente negociada pelo sindicato.

Aos que atendem a qualificação ficou garantido:

1) Valor de 30 remunerações, com valor mínimo total de R$ 150.000,00.

2) Adesão voluntária (sem justa-causa), e a empresa faz o pagamento da multa do FGTS (40% do valor base para fins rescisórios), mais a liberação do devido saldo do Fundo.

3) Desligamento somente após 12 meses da mudança da Copel para corporação; ou antes disso se solicitado pelo trabalhador e liberado pela empresa.

Note: esse trabalhador não poderá ser recontratado pela empresa em até 3 anos após o desligamento.

4) Manutenção do plano de saúde por 12 meses, a partir do desligamento.

5) Manutenção do auxílio-alimentação por 12 meses, a partir do desligamento.

Atenção para o CALENDÁRIO DE ADESÃO ao PDV

24 de agosto: publicação da Carta Circular, oficializando o PDV.

28 de agosto a 15 de setembro: prazo para as adesões ao PDV .

18 de setembro: início das confirmações das adesões ao PDV.

29 de setembro: encerramento das confirmações.

Importante:

Segunda-feira, 28 de agosto a Copel fará uma live para esclarecer as dúvidas.

A equipe Sintec-PR seguirá acompanhando todas as etapas do PDV, fiscalizando atentamente o cumprimento do estabelecido no ACT.

Caso você, técnico copeliano tenha alguma dúvida quanto as relações trabalhistas e o estabelecido no Programa de Demissão Voluntária, entre em contato com o sindicato.